CAPÍTULO V – IDENTIDADE (parte 1)


5. RELACIONAMENTOS CONSERTADOS

“O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mc 12:31).

A maior dificuldade do homem é se relacionar. Todas os conflitos são ligados a área relacional. Ken Sade em seu livro “O pacificador” (pag. 30 e 31), diz que nos conflitos temos uma oportunidade de glorificar a Deus. Podemos mostrar nestes momentos, o nosso amor, respeito e confiança nele. Cita ainda, que isto pode ser feito confiando em Deus, não resolvendo as situações sobre nosso próprio critério, mas, segundo a sua direção.

“Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas Sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal” (Pv 3:5-7).

Uma das maneiras mais poderosas de glorificar a Deus, e fazer o que Ele manda “Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste a fazer” (Jo 17:4). Não podemos glorificar a Deus em rebeldia. Podemos ainda, imitar a Deus, em vez de seguirmos os moldes do mundo para resolver conflitos, devemos seguir a orientação do Apóstolo Paulo a sermos “imitadores de Deus, como filhos amados” (Ef 5:1).

Temos o exemplo de Cristo de em sua exortação sobre vingança: “Digo-vos, porém, a vós outros que me ouvis: amais os vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam; bendizei aos que vos maldizem, orai pelos que vos caluniam. Aos que te bate numa face, oferece-lhe também a outra; e, ao que tirar a tua capa, deixa-o levar também a túnica; dá a todo que te pede; e, se alguém levar o que é teu, não entres em demanda. Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles” (Lc 6:27-31). Estas orientações são passos para andarmos juntos, como família, congregação, em nosso trabalho, no lar, por onde quer que andemos.

Para entendemos sobre relacionamento, começa por tentarmos, primeiramente, entender a nós mesmos. Nossa identidade esta intimamente ligada à nossa maneira de relacionarmo-nos. Uma identidade alterada, produz, severas alterações comportamentais.

Há um dito popular, que diz que pelo fruto se conhece a árvore, e com base nisso, iremos descobrir um pouco da árvore. Ao comentarmos sobre semeaduras nas vidas, queremos evidenciar as conseqüências dessas semeaduras.

Tentaremos também, dissertar sobre estas conseqüências focando o ângulo da justificação de cada um para seus erros. Ter amor próprio é um dos caminhos primordiais. Quem a si mesmo não se ama, como poderá amar o seu próximo? Ter amor por si mesmo, também é se aceitar do jeito que é, que foi feito, olhando não para atributos físicos, ou psicológicos, mas, tendo a revelação de seu valor e sua identidade como filho de Deus.

“O nível histórico-pessoal do perdão é provavelmente o mais difícil. É simultaneamente o mais sutil e o mais grosseiro, o mais oculto e o mais obvio. Perdoar nesse nível requer que você examine crenças estabelecidas há muito tempo e que agora prejudicam sua experiência e sua crença na sua capacidade fundamental de ser amado, na sua inocência, bondade, inteligência, dignidade e valor. O auto-perdão no nível histórico-pessoal tem suas raízes na infância e tem a ver com a cura da vergonha e da culpa prejudiciais.(Pag. 148) – Dra. Robin Casarjian, O Livro do Perdão”.

O Senhor diz em Oséias 4:6 que o seu povo está sendo destruído por lhe faltar conhecimento. Sim, muitos não conhecem a Deus, e, grande parte daqueles que já O conheceram, não sabem e não desfrutaram do Seu imenso poder de sarar as conseqüências do pecado.

Publicado por Pr. Wilson

cumprindo a carreira que me foi proposta

3 comentários em “CAPÍTULO V – IDENTIDADE (parte 1)

  1. Pastor querido,
    Que palavra linda e vinda do coração de Deus, agora mesmo depois do almoço eu vinha no carro orando por um relacionamento dificil que tenho tomado conhecimento e pedindo a Deus que capacite à pessoa perdoar e ver o ofensor como Deus o ver e vice e versa, e Deus em sua infinita fidelidade me enviou esta palavra de amor e sabedoria.
    Que o bom Deus continue usando você como vaso de bênção sempre. Amo vocês!!!!!!!!!

  2. Pastor Wilson,
    Quero compartilhar o meu sentimento de profundidade sobre esta palavra.

    IDENTIDADE:
    – Relacionamentos concertados
    – Amar como (Modelo)
    – Dificuldade de relacionar-se (Viver nos pares ou nos grupos)
    – Resolver/Solução (Direção de Deus)
    – Não ser sábio aos próprios olhos (Sabedoria)
    – Imitadores de Deus (Modelo)
    – Amar o inimigo
    – Como quereis que vos façam, fazeis (Modelo)
    – Orientações, passos para andar junto (Corpo)
    – Relacionar é primeiro conhecer-se
    – Identidade alterada? X Alterações comportamentais?
    – Fruto e árvore
    – Semeadura nas vidas/Consequências
    – Justificativa para os próprios erros (Aceitação da falibilidade)
    – Amor próprio (Auto-estima)
    – Perdão pessoal (Nâo desejar ser mais que Deus, Ele perdoa)
    – IDENTIDADE DE DEUS:
    Altíssimo, Criador, Senhor, Juiz, Libertador, Redentor, Pai, Rei, Rocha, Salvador, Santo de Israel, Todo Poderoso, Zeloso, Compassivo, Eterno, Fiel, Justo, Misterioso, Que tudo conhece, Santo, Único, Vivo, Amor, Luz.

    Identidade- Qualidade de idêntico (Perfeitamente igual; semelhante)

    O Quanto podemos caminhar, quantos passos podemos dar entre a identidade do Homem criatura e a identidade de Deus Criador.
    Que Deus continue te abençoando e te fazendo fluir em pensamentos, sentimentos e palavras.
    Abraços……..

    Telma Sandra

  3. Querido Pastor,

    Observe a profundidade da nossa gramática, observe a profundidade da Palavra de Deus:

    Relacionamentos consertados: Relacionamentos reparados, arranjados, emendados, remendados.

    Relacionamentos concertados: Relacionamentos harmonizados, conciliados, confrontados, concordados.

    É maravilhosa a constatação de que Deus não brinca de ser Deus, Ele É Deus.

    É maravilhoso fazer parte do Corpo de Cristo juntamente com vocês.

    Telma Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: